segunda-feira, maio 14, 2007

O que são dobras?

Um das grandes realizações do século XX foi a elaboração da teoria da Tectónica de Placas. Esta teve por base a teoria da Deriva Continental e o conceito de Alastramento Oceânico.

A Teoria da Tectónica de Placas tem como objectivo explicar como e porquê a Litosfera (Crusta e uma fracção do Manto) se desloca sobre a Astenosfera.

A Litosfera é constituída por diversas "placas", denominadas "Placas Tectónicas" que se deslocam umas em relação às outras. O motor deste movimento é ainda alvo de intensos debate, mas pensa-se que este movimento é causado pelas correntes de convecção do Manto.


As placas ao movimentarem-se entre si causam a deformação das rochas presentes nas zonas junto às suas fronteiras. Esta deformação pode ser frágil (falhas) ou dúctil (dobras). As dobras formam-se geralmente em zonas mais profundas da litosfera, onde a temperatura é mais elevada, potenciando a deformação dúctil das rochas. A disciplina que estuda a deformação causada pela a interacção das placas tectónicas é a Geologia Estrutural.
As dobras são de extrema importância para a geologia porque permite estudar a história da Tectónica de Placas, isto é permite obter informações acerca de placas antigas que já não existem actualmente e das suas interacções.

11 comentários:

André disse...

Muito bem explicado e bem ilustrado.

Vieira Calado disse...

Devo dizer que, sem o conhecimento de como funciona a Terra, de pouco serve inventar como serão outros planetas habitáveis.
Muito bom o seu blog.

JMD disse...

Excelente! É bom "ensinar" a quem é curioso mas não sabe...

Uma crítica construtiva: atenção às concordâncias "Sujeito - Predicado" ( As dobras...permitem).
Muitas vezes, no entusiasmo da escrita estas coisas passam...

Continuação de bom trabalho" Abraço!

daniela disse...

esta tudo muito bem explicado e com ilutraçoes fantasticas

Fontiela disse...

Deixei num outro post (sobre vulcões) um comentário ao autor. Neste post verifico o mesmo; erros científicos, incoerência entre o texto e os esquemas apresentados além de que o mapa sobre as placas do Pacífico não interessa aos leitores do blogue, devia de apresentar um mapa sobre o Oceano Atlântico.
Apesar de ser crítico à qualidade dos textos apresentados, e falo só dos de geologia, encorajo o autor a continuar a fazer e colocar online os textos. Para isso recomendo a consulta de livros, de sites de internet credíveis e acima de tudo que tenha uma postura crítica em relação ao que lê/estuda.

joao_moedas disse...

Caro Fontiela,

Normalmente esforço-me para não cometer erros sempre que escrevo um post. Muitas vezes escrevo textos nos intervalos de coisas que tenho de fazer quer de âmbito profissional quer pessoal. Mas a maior parte do tempo faço-o com atenção e com o máximo rigor, pois a responsabilidade de um cientista é grande em termos de divulgação. É possível que nem tudo o que escrevo tenha o rigor científico de um artigo da especialidade (mesmo esses passam por peer-review antes de serem publicados).

No entanto, este espaço tem acima de tudo um carácter pedagógico e de divulgação e é por isso do interesse de todos que caso sejam detectados erros o autor seja informado de modo a poder corrigi-los.

Neste sentido estou aberto a críticas e agradeço a quem apontar os erros por mim cometidos e que me diga o que está mal.

De facto após ter relido o texto não identifiquem nenhum erro científico. Apenas identifiquei uma possível incoerência, que é o facto de a primeira imagem não estar legendada em português, no entanto penso que a mensagem do post não é de forma alguma afectada por isso. Queria ilustrar a estrutura da Litosfera e da Astenosfera, que penso ser bastante explicita na imagem.

Em relação ao comentário de que o mapa sobre as placas do Pacífico não interessa aos leitores do blog, penso ser completamente disparatado. A geologia é a ciência que estuda o planeta Terra e este é um blog sobre a Terra e área envolvente (entenda-se Universo).

Claro que o leitor tem o direito de não querer saber o que se passa no Pacífico, mas o meu principio é que os leitores deste blog são pessoas curiosas e que gostam de saber e obter informações acerca do que se passa fora do seu quintal (seja este o oceano Atlântico ou o Sistema Solar).

Cada um pode escolher por si o espectro de posts que quer ler e passar por cima dos que não lhes interessa. Cabe aos autores definir um publico alvo, que neste caso (de divulgar a ciência) é o mais abrangente possível, pois acreditamos que existe um défice de cultura científica.

Agradeço o incentivo e esforçar-me-ei para que os posts continuem a ter rigor cientifico.

Agradeço também o conselho de ler livros e consultar sites credíveis, no entanto penso que um leitor informado percebe imediatamente de que os textos destes blog são de facto baseados em literatura credível.

A postura crítica é algo que tenho de ter em conta diariamente. Como investigador tenho essa obrigação. No entanto a divulgação tem de dar algumas respostas e não apenas auxiliar as pessoas a fazerem perguntas. Claro que muitas dessas respostas assentam em paradigmas estabelecidos no seio da comunidade científica, o que não quer dizer que o autor concorde inteiramente com eles. Isto por vezes torna o papel de um divulgador um pouco ingrato.

É para mim um prazer discutir ciência e fico muito contente sempre que alguém comenta este blog. Estarei sempre disponível para responder a comentários e a críticas, e para discutir os temas científicos aqui publicados.

Cumprimentos

João "Moedas" Duarte

Rui Azevedo disse...

Caro João "Moedas",
Registo com apreço que a informação que foi colocada neste blogue, curta e concisa, conseguiu ter a virtude de me "dessamarrar", a tudo quanto tenho lido de grande qualidade e informação, pois quando queria falar ou escrever sobre tal assunto, como de momento é o caso, lá estava presente o que lia e quase me sentia a "plagiar" quem de direito.
É óbvio que a limitação de um blogue impede a quem nele participa de explanar tudo aquilo que sabe. No entanto agradeço-lhe o artigo, pois para mim foi importante !

Cps.

Anónimo disse...

Oi eu estava fazendo meu trabalho de geografia procurando a definição de dobramento,e vi seu blogger com a definição exata!!Obrigada,mas tem erros de português!!!!

CAdu disse...

convexão é foda neh? Convecção é o correto.. abrass

CAdu disse...

convexão é foda neh? Convecção é o correto.. abrass

João Moedas Duarte disse...

Foi um lapso :) Obrigado pela chamada de atenção..