quarta-feira, julho 04, 2007

O que aconteceu antes do Big Bang?


Novas descobertas no âmbito da teoria da Gravidade Quântica em Loop apontam no sentido de o nosso Universo ter surgido de um outro Universo em colapso.

A Gravidade Quântica em Loop é uma teoria que tenta conciliar a Relatividade Geral de Einstein com as equações da Mecânica Quântica, que não existiam na altura em que Einstein desenvolveu a sua teoria. As duas teorias mostraram até hoje ser incompatíveis. A Relatividade funciona para o muito grande, como a escalas planetárias, mas falha nas escalas subatómicas, onde a incerteza quântica prevalece.

Como se sabia a origem do Big Bang é um estado matemático absurdo, e sem sentido quando descrito pela Relatividade Geral - uma “singularidade” de volume zero e que no entanto contém densidade infinita e energia infinita.

Ao utilizarem as novas equações da Gravidade Quântica em Loop os cientistas aperceberam-se que quando recuavam no tempo as equações os levavam a um início deste Universo com um volume mínimo diferente de zero e uma energia máxima que não é infinita. E mais, a teoria revelou a existência de um Universo em contracção antes do Big Bang (que estes cientistas rebaptizaram por Big Bounce – Grande Salto), no qual o espaço-tempo apresentava uma geometria semelhante ao nosso Universo actual.

Não me vou alongar mais, mas esta notícia pareceu-me extremamente interessante. Não são ideias totalmente novas e há muito tempo que a ideia do Big Bang parece ter como destino certo colapsar. Parece ser de facto uma consequência emergente da necessidade de conciliar a Mecânica Quântica e a Relatividade Geral. Vamos ficar atentos aos novos desenvolvimentos. Viveremos de facto num Multiverso? Será que já ocorreram ciclos de Big Bang – Big Crunch, de expansão e contracção?

Imagem daqui.
Notícia aqui

5 comentários:

pedro mantorras disse...

boas!

qual é a diferença entre a Gravidade Quântica em Loop e a teoria de cordas?

joao_moedas disse...

De forma muito básica a Gravidade Quântica é uma teoria que tenta "quantizar" a gravidade de modo a unificar a relatividade com a mecânica quântica.

A Teoria das Cordas especula que as partículas não são pontuais, como consideradas no modelo standard e na mecânica quântica, mas sim objectos uni-dimensionais semelhantes a cordas estendidas. Esta teoria também tem por objectivo a unificação da gravidade com as outras forças. Os físicos que que estudam as cordas acreditam que trocando as partículas pontuais por cordas emerge naturalmente um Teoria Quântica da Gravidade.

"Como conciliar a gravidade com a mecânica quântica é o problema central(...). A teoria das cordas e supercordas apresenta uma solução. Outra que traz bastante discussão é a teoria de circuitos ou da gravidade quântica – loop quantum gravity

As duas teorias partem de princípios opostos. Enquanto a de supercordas parte da mecânica quântica para incluir a gravitação dentro dela, a de circuitos parte da relatividade geral para chegar à mecânica quântica."(Moysés Nussensveig)


Ver também:

http://en.wikipedia.org/wiki/Loop_quantum_gravity

http://en.wikipedia.org/wiki/String_theory


Não sei se com isto consegui esclarecer a dúvida. Este assunto é complexo e a minha formação em física é muito reduzida.

joao_moedas disse...

Existem várias teorias de Gravidade Quântica:

-String theory/superstring theory/M-theory
-Supergravity
-AdS/CFT correspondence
-Wheeler-deWitt equation
-Loop quantum gravity
-Euclidean quantum gravity
-Causal Sets
-Twistor theory
-Sakharov induced gravity
-Regge calculus
-Acoustic metric and other analog models of gravity
-Process physics
-Causal Dynamical Triangulation


Os links com a explicação de cada uma delas estão nesta página:

http://en.wikipedia.org/wiki/Quantum_gravity

Anónimo disse...

Existe ainda uma nova idéia, a gravidade gerada pelos átomos:

http://rolfguthmann.sites.uol.com.br/

Bogdan Vilicic Neto disse...

GRANDE ACIDENTE (1969) A ORIGEM DO BIG-BANG
Conforme a formulação do físico Edward P. Tryon, do Hunter College (EUA), nosso Universo é composto de forças que se anulam, sendo a energia resultante zero.
Portanto poderíamos concluir que:
Se o Universo é um zero absoluto, nada é preciso para originá-lo.
E=mc² (formula de expansão ou liberação da energia).
m=E/c² (formula de compressão ou aglutinação de energia).
O "nada" na verdade seria a energia que forma todo o Universo só que no estado de densidade "0" (zero).
A melhor comprovação de sua existência esta no fato de saber que entre as menores massas que existirem entre elas existira um vazio, caso contrario o Universo seria uma massa única.
O nada que prefiro chamar de vácuo, possui uma característica que o coloca no campo de existência física, sua temperatura ( zero absoluto, -273Cº ).
Antes do Big-Bang só existia um grande vácuo, e sua baixa temperatura comprimiu esta energia sobre si mesma criando o principio do Big-Bang.
Antes do Big-Bang a física teria seu inicio através da equação m=E/c².
Bogdan Vilicic Neto
55-11-78505373