segunda-feira, novembro 06, 2006

Portugal, nação sem Serviços Geológicos!

Vale a pena perderem 5 minutos para ler o artigo abaixo.

http://www.cienciahoje.pt/index.php?oid=9546

4 comentários:

joaosete disse...

chamou-me a atenção...fui logo ver o link. Não resisti a passar parte da notícia para aqui. Acho triste, mas nalguma parte não concordo. Não acho que a comunidade científica (nomeadamente a geológica) tenha batido o pé. Protestado ou colaborado para uma clarificação da importância desta ciência. Continuo a ver tudo parado. À excepção daquele debate sobre a extinção do IGM, que teve uma grande colaboração de alunos... não me recordo de mais nada.
Já tinha partilhado contigo isto. Acho que está na altura de alguém sair da casca e falar, dar a conhecer. É uma questão de cultura. E é por isso que os novos países da UE têm esta preocupação e nós não.
A Geologia é uma ciência de conhecimento, mas também de estratégia, de planeamento, de preservação...e porque não de respeito.

Desafio-te...que tal uma petição, ou qualquer coisa do género, para chamar a atenção dos nossos queridos professores para o abandono a que estamos sujeitos. Não vale a pena as reestruturações, mudar o nome das cadeiras...

Abraço

joao_moedas disse...

Sim concordo contigo. Quase nada foi feito. E não tenho muita esperança que as coisas mudem. É uma questão de mentalidade. Nós portugueses estamos (e somos) muito atrasados e pronto! Tenho vergonha de ser representado por quem sou a nivel governamental. Estes agora são um bocadinho melhores, mas muitos dos nossos politicos são uma cambada de idiotas que utilizam as jotas para subirem na vida. Fazem cursos de retórica e conseguem falar sobre nada durante horas. E depois ve-se, temos um país com 84% de nivel de corrupção e no qual a separação entre política, futebol e construção civil (responsavel pelo caos urbanístico no qual vivemos) não existe. Mas não são só "eles", nós também temos culpa. É uma vergonha não haver serviços geológicos. Temos de fazer qualquer coisa. Aceito o desafio. Nestas coisas só temos duas alternativas: ou ficamos a ver ou tentamos fazer alguma coisa. Este país agora é assim, fica toda a gente a ver. Mas quando toca às suas capelinhas já vão para a rua fazer manifestações, muitas da vezes sem saber bem contra o quê. Acredito que as coisas possam mudar. Era fixe juntarmo-nos um dia destes para pensar no que fazer. Talvez para a semana. É claro que todos os leitores deste blog estão convidados a participar. E gostava muito que dessem ideias. Esta Terra é de todos. E se não formos nós a fazer qualquer coisa por ela hoje, amanha poderá ser tarde demais.

joaosete disse...

...fazer a terra girar

J. Moedas Duarte disse...

Estou de acordo. Há muito imobilismo. E a gente nova só vem para a rua porque não quer aulas de substituição...