segunda-feira, outubro 30, 2006

DESCOBERTA DE 16 CANDIDATOS A PLANETAS EXTRA-SOLARES

Pela primeira vez, com o auxílio do Telescópio Espacial Hubble, os astrónomosdetectaram com sucesso 16 candidatos a planetas extra-solares em órbita devárias estrelas, localizadas a grandes distâncias no interior da Via Láctea.

As observações do Hubble chegaram ao bojo central da nossa galáxia, localizado a26 mil anos-luz de distância, ou um quarto do diâmetro do disco desta.

Baseado em detecções anteriores de planetas extra-solares na vizinhança local doSistema Solar, que apenas cobre 5% do disco da Via Láctea, o número de planetasdescobertos é consistente com o número que se esperava encontrar como resultadode observações realizadas a tais distâncias.

Extrapolando este número de planetas encontrados pelo Hubble, é possível estimarcom uma forte certeza a existência de cerca de 6 mil milhões de planetas dotamanho de Júpiter na nossa galáxia.

Dos 16 planetas descobertos, 5 representam um novo tipo extremo destes objectos,ainda não encontrado nas pesquisas locais. Designados por Planetas de PeríodoUltra-Curto (PPUC), estes mundos completam uma órbita em torno das suas estrelasem menos de um dia, sendo o período orbital mais pequeno de 10 horas.

A descoberta destes planetas com um período orbital muito diminuto foi umagrande surpresa, e apenas o Hubble, com a sua resolução e sensibilidadesoberbas, poderia ter espreitado através da nossa galáxia e detectado planetasem torno de estrelas débeis.

Esta descoberta revelou ser também uma forte evidência de que os planetas sãotão abundantes em outras partes da Via Láctea como o são na vizinhança doSistema Solar.

Embora possua características que que fazem dele um instrumento poderoso, oHubble não foi capaz de observar directamente os 16 planetas. Os astrónomosutilizaram um dos instrumentos do Hubble, de modo a medir a ligeira alteração daluminosidade de uma estrela, resultante da passagem de um planeta à frentedesta, evento este designado por trânsito. Mesmo nestas condições, o planeta emquestão tem de ter uma massa aproximada à de Júpiter para que a variação daluminosidade da estrela seja suficiente para ser detectada (1 a 10%).

Os 16 planetas descobertos, são designados por candidatos devido ao facto de osastrónomos só terem conseguido até ao momento medir a massa de dois deles.

Para ver uma ilustração artística de um trânsito, consulte:http://www.oal.ul.pt/astronovas/planetas/pla1.jpg

Fonte: ASTRONOVAS
Lista de distribuição de notícias de Astronomia em Português
Observatório Astronómico de Lisboa
Centro de Astronomia e Astrofísica da Universidade de Lisboa

Sem comentários: