terça-feira, outubro 31, 2006

Covão d'Ametade (Serra da Estrela)

Este é sem duvida um dos mais maravilhosos e mágicos lugares deste planeta. E fica aqui tão perto. Este pequeno rio é o grandioso Zêzere!





6 comentários:

joaosete disse...

Desculpa só agora fazer um comentário.

Afinal, é com post's destes que fazemos a divulgação devida aos nosso recantos.

Mais uma vez...preservar vs divulgar... eu sou pela coexistência dos dois. É necessário dar valor à nossa Terra que gira.

helena disse...

Afinal estamos a falar de que "Covão d'Ametade"? - Aquele que fica junto ao Rio Zêzere...que está ao cuidado da associação de Baldios de Manteigas?! - aquele que se encontra completamente degradado, com casas de banho encerradas, empestado de melgas, mosquitos, varejeiras etc?
Sem quaisquer condições de acolher jovens que um dia decidem partir para um fim de semana de Aventura, que é a Aventura de descobrir a nossa Natureza, aquilo de que mais belo o nosso país tem?!
Aquele a cujos responsaveis foi pedida colaboração, para um grupo de 6 rapazes irem passar um fim de semana diferente, com as minímas condições para a realização desse evento, e depois de uma longa viagem, chegam já de noite e dão-se com cancelas fechadas e atrem como consequencia que carregar as suas trouxas, casas de banho encerradas, e uma verdadeira impestação de insectos?!
Nao certamente nao devemos estar a falar do mesmo!
Meus senhores preservem o que a natureza nos tem para dar,,se nao têm condições de tomar conta desses encantos esforçem-se por pedir ajudas....pois de contrário só estarão a dar uma má imagem do nosso País aos estrangeiros que visitam o nosso belo Portugal, e até mesmo aos jovens que ficam "revoltados" com o que viram.!
Espero obter resposta ao meu comentário!

Anónimo disse...

O covão d´ametade é sem dúvida um lugar mágico.

Se tem problemas, tem sim e muitos.

Tem churrasqueiras em granito polido, verdadeira aberração dentro dum parque natural, prova de mau gosto e desatenção dos senhores "responsáveis".


Tem lixo fora dos locais próprios, porque quem usufrui destes lugares, não se dá ao trabalho de levantar as tampas e caso estejam cheios como é costume, não tem um comportamento civico, tão simples como levar o lixo até ao próximo contentor.

Tem balneáreos fechados,dizem os "chefes" que sempre que os abrem são vandalizados, o que é verdade, mas não é desculpa.Parece-me que a associação de compartes vai remodelar os ditos cujos, espero que não seja para campistas de tenda avançado e jardim.

Tem o chão que é único no nosso país com erva que só se dá acima dos 1500 metros, mas tão degradado que as árvores, noivas da floresta, estão com as raízes á vista. Porque nós, os que lá vão, não queremos transportar as nossas tralhas 50 ou cem metros e avançamos com os carros parque adentro e também porque os nossos militares avançam com todo o tipo de viaturas e material por ali dentro sem que os responsáveis façam uma vigilância efectiva.

A nossa serra da estrela e não só este covão, está deveras maltratada, mas a culpa é de todos.

O PNSE, entregou a gestão do parque à associação de compartes de manteigas, mas compete-lhe a vigilância.

Os mosquitos e as melgas, sempre lá estiveram, mesmo quando este lugar era preservado, fazem parte de uma cadeia natural.

Este lugar é mágico, mas deixemos que seja natural, basta olhar aqui para o lado e ver como a vizinha Espanha mantem os parques naturais.

Maria

Rogério disse...

Tudo o que disseram é verdade, lixo espalhado no chão, W.C.s fechados e/ou imundos, veículos no parque (inclusivamente jipes de clubes aventura/montanhismo), enfim, degradação por negligência.
Só queria fazer uma correcção, as churrasqueiras não são em granito polido mas sim em granito bujardado. São equipamentos de montanha com desenho simples perfeitamente enquadrados na envolvente directa, oferecem ainda um grau de segurança contra incêndios muito superior às antigas que lá moravam.
Com os melhores cumprimentos,
Rogério

Alexandre Matos disse...

Olá. Vivo em Santo Tirso e fui pela primeira vez à Serra da Estrela.Sou guia de caminheiros regularmente no Parque natural da Peneda Gerês, e achei interessante visitar este Covão e lá ficar uma noite com a mulher e filhos. Primeira impressão é que o local é muito belo. Segunda impressão, é que está sem manutenção e sem cuidados mínimos de algumas pessoas que servem dele. Havia lixo espalhado por muitos sítios, casa de banho imundas, etc. Mas espero lá voltar em tempo frio, porque no verão , parece ser para esquecer. Abraços a todos.
Publiquei algumas fotos no meu blog(www.mundodaalma.blogspot.com)

Mónica disse...

Até hoje, as melhores férias que passei, foram no Covão D'Ametade, sem dúvida, um dos lugares mais maravilhosos deste planeta. Todos os anos eu, os meus irmãos e os nossos pais iamos passar 15 dias de férias no Covão, era como estar no paraíso. As condições eram boas,nessa altura havia pessoal responsavél pelo espaço que tratava da respectiva manutenção do mesmo, até o acampamento era pago. A certa altura proibiram a entrada de automóveis, para que não houvesse grandes danificações no solo do parque, inclusive mais tarde, quem quisesse ficar mais de 15 dias teria que mudar a tenda de sitio ao fim de 8 dias para que houvesse preservação da relva. A única coisa que me agradáva menos era a falta de água quente. Os então responsáveis pelo parque poderiam ter-se dedicado com mais amor aquele espaço, porque bem o mereçe... Havia já uns 15 anos que não ia ao Covão D'Ametade, pela degradação que começou a instalar-se naquele lugar. Voltei lá o ano passado com o meu namorado e fiquei muito triste por aquilo que encontrei, por aquilo que vi. Por favor, a quem de direito, pedia que fosse feita alguma coisa pelo Covão D'Ametade. Há tanta gente sem emprego que tenho a certeza que adoraria trabalhar naquele lugar e cuidar daquele lugar. Este ano queria muito ir para lá de férias, mas é realmente impossível, pelas condições... Tenho muitas saudades do Covão D'Ametade!!....