sábado, maio 06, 2006

Antropologia Pós-Moderna Portuguesa

"Daniel Kaufmann, director do Instituto do Banco Mundial, fez cálculos e concluiu que Portugal podia ter o nível de desenvolvimento da Finlândia, se melhorasse o seu índice de controlo de corrupção que, numa escala de 0 a 100, se situava, em 2004, nos 86,7 pontos."

"(...) a incidência nas autarquias é brutal e representa quase metade (42%) da corrupção investigada pela PJ (...)" (Francisco Galope, in Visão)

A concentração dos poderes executivos nos autarcas facilita em muito o tráfico de influências, nomeadamente entre os perversos meios do futebol e construção.

E nós, alegres ignorantes, ficamos a ver esses senhores, "chicos espertos", que mais se parecem com nojentas ratazanas de esgoto, a esbodegar o mundo em que vivemos.

2 comentários:

Anónimo disse...

Numa noite de insónia, passei por aqui e dei uma olhadela. Já li o tal artigo da VISÃO sobre a corrupção.
Que fazer?
Por vezes apetece desanimar e deixar o mundo às ratazanas. Mas isso queriam elas! Há que continuar SEMPRE a denunciar, usando todos os meios. E ser implacável para com os políticos que convivem com elas e comem com elas e roem o país como elas.
Um abraço

JM$Duarte

Anónimo disse...

Very pretty design! Keep up the good work. Thanks.
»